Assim como no blog Fortaleza Nobre, vou focar no resgate do passado do nosso Ceará.
Agora, não será só Fortaleza, mas todas as cidades do nosso estado serão visitadas! Embarque você também, vamos viajar rumo ao passado!

O nome Ceará significa, literalmente, canto da Jandaia. Segundo o escritor José de Alencar, Ceará é nome composto de cemo - cantar forte, clamar, e ara - pequena arara ou periquito (em língua indígena). Há também teorias de que o nome do estado derivaria de Siriará, referência aos caranguejos do litoral.

.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Jericoacoara - Uma das 10 mais belas praias do mundo


Um lugar onde o sol escalda, o vento refrescante não dá trégua e andar descalço é uma premissa. Erguida entre dunas, recortada por poucas ruelas cobertas de areia - sem nenhum asfalto - e com um mar verde que atrai a qualquer hora do dia, o vilarejo de Jericoacoara é um oásis para quem quer descansar à beira-mar. Parece até que é de propósito que a natureza o mantém assim, tão escondidinho no litoral oeste do Ceará.


Jeri é um lugar fora do comum comparado com o mundo moderno das grandes cidades, com tempos corridos, engarrafamentos e filas... As ruas são cobertas de areia e as praias extendem-se por quilômetros sem interferências visuais... Tudo tem um toque mais lento e mais descontraído. Até cerca de 20 anos atrás, Jeri era apenas uma simples vila de pescadores isolada do mundo, visitada somente por viajantes aventureiros. Não havia estradas, eletricidade, telefone, televisão, jornais e pouco se usava dinheiro. O comércio era feito através de troca de produtos, como peixe por arroz, e assim por diante. Mas todo isso não quer dizer que você vai ter que se privar do conforto e luxo. Quase tudo que desejar, você pode ter em Jeri; desde massagens a jantares deliciosos, de bares tranquilos a casas com música ao vivo, tem de tudo para todos. A cidade ficou famosa por ser uma das praias mais belas e longas do mundo, cercada por dunas e lagoas de água doce – levando pessoas de todo o mundo a suas margens. Em 1984, uma lei federel declarou Jericoacoara área de proteção ambiental¹ e em 2002 a área alcançou o status máximo em termos de proteção ambiental, sendo nomeada Parque Nacional*. Devido às restrições à construção e leis de proteção ambiental, Jericoacoara tem crescido de uma forma positiva. Empresários enganjados em proteger a beleza e a simplicidade de Jeri, criaram pousadas pequenas e aconchegantes que oferecem charme e sofisticação sem grandiosidade ou extravagâncias.



Jericoacoara é considerada uma das praias mais exuberantes do planeta, então, preocupações devem ser deixadas de lado, dando importância primeiramente ao que a natureza criou durante muitos anos para seu bel-prazer.
Não há dúvida que a beleza de Jeri é muito diversa, não é por acaso que os passeios de buggy e quadriciclos são os mais procurados pelo turista. Lagoas imersas entre enormes dunas, praias virgens, esculturas naturais nas rochas do Serrote rodeiam esta mágica vila.
Lembre-se Jericoacoara é um Parque Nacional onde a ecologia tem um significado muito valioso entre os moradores.




Através dos anos a vila tem se adequado às exigências de quem visita Jeri, a estrutura turística é uma das mais importantes do estado do Ceará, conta com mais de 90 pousadas e hotéis além de uma gastronomia internacional com mais de 40 restaurantes de especialidades diversas: italiana, francesa, regional entre outras.
Outro destaque importante de Jericoacoara é o esporte, escolas de windsurf, kitesurf, capoeira, sandboard, vem sendo um dos atrativos mais importantes da região. As características geográficas de Jeri e Preá proporcionam todo o necessário para a aprendizagem como assim também prática e competência destas modalidades.
Campeonatos de windsurf e kitesurf são periodicamente organizados em Jericoacoara pelas melhores organizações do Brasil e do mundo.




Um dos ícones mais importantes de Jeri é a pedra furada, formação rochosa esculpida pelo mar por milhares de anos. O interessante da Pedra Furada é também o caminho que leva você até lá e a energia que paira no ar. Para os mais místicos o lugar tem uma energia diferente dos demais locais. Para garantir a preservação do local, O parque Nacional de Jericoacoara ganhou 400 hectares de terra, totalizando 8.850 ha, incluindo, assim, o manguezal do Rio Guriú, reduto dos cavalos marinhos, além de algumas dunas fixas e tabuleiros cobertos por vegetação nativa.
A conservação do local é o que faz de Jericoacoara um lugar exclusivo. Jericoacoara fica a 313km de Fortaleza, com acesso pelas BR's 222 e 402, passando pelas CE's 085, 422, 354, 402 e 179. Tatajuba também é um ponto obrigatório localizado a 72 km da vila.




*Parque  Nacional de Jericoacoara 

Compreende uma área de 6.295,00 hectares . O IBAMA é o órgão que tem como objetivo proteger e preservar amostras dos ecossistemas costeiros, assegurar a preservação de seus recursos naturais e proporcionar oportunidades controladas para uso público, educação e pesquisa científica.

O Parque Nacional de Jericoacoara foi criado em fevereiro de 2002 a partir da recategorização parcial da Área de Proteção Ambiental de Jericoacoara, estabelecida pelo Decreto nº 90379 de 29 de Outubro de 1984, nos municípios de Jijoca de Jericoacoara e Cruz, no estado do Ceará.


O clima da região é caracterizado como quente e úmido, com temperaturas médias oscilando entre 22° C e 35 °C e com o período de seca variando de 5 a 6 meses.
Em uma visão geral do Parque se tem a sensação de um ecossistema extremamente vulnerável e composto por diversos paisagens como Serrote, Restinga, Dunas, Lagoas, Tabuleiro, Manguezal, Gramados Halofíticos e praias, além de 38 famílias de aves no local, sendo que várias espécies são raras ou estão ameaçadas de extinção.

¹Área de Proteção Ambiental Jericoacoara

Compreende 91 hectares e tem como objetivo harmonizar, proteger seus recursos naturais e melhorar a qualidade de vida do homem, constituindo-se em instrumentos essenciais para a proteção da biodiversidade do local. 


Alcançar o paraíso requer certa determinação

Os 300 quilômetros que separam Jeri (é assim que todos a chamam) da capital Fortaleza podem ser percorridos em um veículo 4x4 em cerca de quatro horas. Ou, mais recentemente, de ônibus: são cinco horas até a cidade de Jijoca de Jericoacoara e mais uma corcoveando pelas estradas de areia a bordo de um veículo adaptado (no jargão popular, jardineira) até a pequenina vila. Mas o périplo, independentemente do transporte escolhido, valerá cada minuto.

Como nos últimos anos o turismo se tornou a principal atividade deste antigo vilarejo de pescadores, visitantes são tratados como reis. Na larga faixa de areia da praia principal, confortáveis espreguiçadeiras os aguardam desde o amanhecer, em frente aos bares e restaurantes que ali estão para servir os tradicionais aperitivos de frutos do mar. O mais concorrido deles é o ClubVentos, um lugar multilíngue, onde italianos, ingleses e outros estrangeiros são maioria.




Depois que descobriram Jeri no mapa do Brasil (com a ajuda do Washington Post, que em 1994 elegeu a praia como uma das dez mais belas do mundo), os gringos não a deixaram mais. Ao menos os adeptos do windsurfe, kitesurfe e stand up surfe, nova modalidade em que a pessoa fica de pé sobre uma prancha e navega com o auxílio de um remo.

O local é visto como um dos melhores do mundo para a prática destas atividades graças aos poderosos ventos alísios, que são capazes de criar ondas onde elas não existem. Por causa disso, a alta temporada lá difere dos outros destinos praianos: começa em julho e vai até dezembro.




Beleza esculpida

Um dos principais cartões-postais do destino também fica escondido. Para ver a Pedra Furada, um arco natural de quase 5 metros de altura, é preciso aproveitar a maré baixa. Há como chegar lá a pé - caminhando uma hora pelas areias e debaixo de sol fortíssimo - ou de bugue, que vai até bem perto dela. Se puder, marque sua viagem entre junho e agosto, que é quando o sol se "encaixa" perfeitamente na pedra ao entardecer.

Você vai precisar de pelo menos mais um pôr do sol em Jeri para comprovar que ele é um dos mais incríveis do País. Segundo os nativos, é raro o dia em que o astro some antes de alcançar o mar. Feito que turistas e locais apreciam (e aplaudem) cotidianamente lá do alto da Duna do Pôr do Sol, na praia principal.

Pitoresco

Poucos minutos seriam suficientes para percorrer as ruelas forradas de areia - que, acredite, ficam mais charmosas pela ausência de iluminação pública -, não fossem as lojinhas e restaurantes que alongam o trajeto dos visitantes. Tem artesanato, crochê e jóias refinadas. Há ainda restaurantes italianos (muitos estrangeiros trocam a condição de turista pela de morador e chef de cozinha), deliciosos menus à base de frutos do mar e casas de tapioca e açaí.



Quer esticar até mais tarde? Também pode. A agenda noturna de Jeri é movida a samba, rock e forró, e turistas e locais festejam juntos. Antes de voltar ao hotel, todos vão à Padaria Santo Antônio, que só funciona das 2 às 7 horas, atendendo os baladeiros com caprichados pães recheados com queijo, banana ou coco. Delícias para fechar a noite.

Fotos antigas de Jeri

Foto de 1986
Gif


Gif


Gif

Igreja de Jeri há 10 anos atrás

Gif


Gif

Rua Principal
Gif


Gif

O Café Brasil
Gif


Gif


Gif


Gif


Gif

O Mama na Égua
Gif


Gif


Gif


Gif


Gif


Gif


Gif


Gif


Gif

Foto de 1984
Gif

Foto de 1987
Gif

Foto de 1990
Gif

Foto de 1996 com o exato momento que os raios do sol aparecem na Pedra Furada
Gif

Foto de 1987
Gif

Foto de 1990
Gif

Anos 90
Gif

O Bar do Louco
Gif

Beco do Forró
Gif

Rua das Dunas
Gif

Rua do Forró
Gif

Rua do Forró
Gif

Fotos da Comunidade Jeri Antigamente de Irene Flory


x_3bb116cf

2 comentários:

  1. Ficou muito legal esta postagem Bela Jeri, bom ve-la nas fotos antigas.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada!

    Muito linda, um paraiso!!! :)

    ResponderExcluir