Assim como no blog Fortaleza Nobre, vou focar no resgate do passado do nosso Ceará.
Agora, não será só Fortaleza, mas todas as cidades do nosso estado serão visitadas! Embarque você também, vamos viajar rumo ao passado!

O nome Ceará significa, literalmente, canto da Jandaia. Segundo o escritor José de Alencar, Ceará é nome composto de cemo - cantar forte, clamar, e ara - pequena arara ou periquito (em língua indígena). Há também teorias de que o nome do estado derivaria de Siriará, referência aos caranguejos do litoral.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Maestro Lisboa


Colégio Lourenço Filho - Arquivo Fortaleza Nobre

"Antônio Francisco Lisboa¹, nosso professor de Canto Orfeônico no Colégio Lourenço Filho, fez-se exemplo de superação às dificuldades vivenciais.

Contava-nos, por incentivo, sua vida. “Negro, feio, pobre e sem futuro tornei-me, na juventude, um sério problema para minha mãe, viúva e muito sofrida.”. Passava o dia pelas ruas e, numa dessas caminhadas sem rumo, foi apreendido e levado à Instituição Santo Antônio do Pitaguari, em Maracanaú.

Mais conhecido como Santo Antônio do Buraco, o internato público correcional era considerado rigoroso pelos internos e pela população. Falavam da aplicação de severa disciplina e obrigação de aprendizagens várias.

Ali, Lisboa, como ficou conhecido, alfabetizou-se e concluiu o Curso Primário. Em igual período, dedicou-se aos estudos da música.

Com a idade de dezesseis anos, encaminhado à Escola de Aprendizes Marinheiros, iniciou seu serviço militar na área da musicalidade.

De praça a oficial, no posto de 2º tenente, comandou a Banda de Música da EAM de nossa Capital.

Extra expediente daquela unidade naval lecionava sua arte nos principais estabelecimentos de ensino fortalezenses.

Jaques Klein e Eleazar de Carvalho ingressaram na carreira musical como alunos do maestro. Eleazar, por seu apoio, inclusive junto à Marinha, recebeu da Força, no Rio de Janeiro, suporte em prol de seu êxito nacional e internacional.

Quando de vindas a Fortaleza, a primeira visita fazia-se ao velho marinheiro. Certa feita, do exterior trouxe um diapasão, confeccionado em ouro e prata, como reconhecimento ao sempre mentor.

Aqui, merecedora homenagem ao digno e inesquecível mestre."

Geraldo Duarte 
(Advogado, Administrador e Dicionarista).

¹ "Em 19 de maio de 1974, morre, aos 87 anos de idade, o maestro professor Antônio Francisco Lisboa, oficial da Marinha de Guerra, professor de canto orfeônico no Colégio Castelo Branco, Colégio Lourenço Filho, Colégio São José e Colégio 7 de Setembro e em vários outros estabelecimentos de ensino do Ceará (o autor destas linhas assistiu suas aulas no Instituto Waldemar Falcão de Romão Nogueira Filgueira Sampaio).Foi sepultado no Cemitério de São João Batista no dia seguinte.
Hoje é nome de rua na Lagoa Redonda.
Era pai do locutor e cantor José Lisboa.
"   Nirez


2 comentários: